Skip to content

Mais da metade das pessoas que usam cannabis medicinal para dor apresentam sintomas de abstinência

Mais da metade das pessoas que usam cannabis medicinal para dor apresentam sintomas de abstinência
Em contraste com os medos exagerados retratados durante décadas passadas, hoje em dia, a maioria das pessoas acham que a cannabis é relativamente inofensiva.

Em contraste com os medos exagerados retratados durante décadas passadas, hoje em dia, a maioria das pessoas acham que a cannabis é relativamente inofensiva. Embora a verdade é que é a menos perigosa do que algumas outras drogas.

Em um estudo publicado em 5 de janeiro, foi descoberto que 59% das pessoas que usam cannabis medicinal para dor crônica experimentaram sintomas de abstinência moderada a grave se parassem de ingerir maconha por horas ou dias.

A maioria dos estados dos EUA legalizou a cannabis para fins médicos e 15 legalizaram para uso recreativo. Mais pessoas estão usando cannabis, especialmente adultos mais velhosEmbora muitas pessoas relatem benefícios terapêuticos ou gostem do uso recreativo de cannabis é importante entender os riscos potenciais do uso.

Como é o afastamento (parar de usar) da cannabis?

Os sintomas de abstinência de cannabis podem incluir experiências físicas e psicológicas que surgem quando alguém para repentinamente ou passa um período sem usar.

Especialistas têm algo a acrescentar ao debate público

Quando as pessoas usam cannabis regularmente como diariamente ou quase diariamente partes do cérebro se tornam dependentes de canabinóides, os produtos químicos psicoativos da cannabis. Os canabinóides são produzidos naturalmente no corpo, mas em um nível muito menor do que está disponível na maioria dos produtos de cannabis. Entre aqueles que não usam a erva por um período de várias horas ou dias, os níveis de canabinoides caem e experimentam sintomas de abstinência. Estes podem incluir irritabilidade, humor deprimido, diminuição do apetite, dificuldades de sono, vontade ou desejo de usar cannabis, inquietação, ansiedade, aumento da agressividade, dores de cabeça, tremores, náuseas, aumento da raiva, sonhos estranhos, dor de estômago e sudorese.

Os sintomas de abstinência da cannabis geralmente desaparecem dentro de uma a duas semanas após o uso ser interrompido à medida que o corpo se ajusta à sua própria produção natural de canabinoides. Ao contrário da retirada de algumas substâncias psicoativas como o álcool a abstinência da cannabis não é fatal ou perigosa, mas ele existe. A retirada da cannabis também pode ser bastante desagradável e as pessoas podem acabar continuando a usar mesmo quando querem parar apenas para evitar os sintomas ruins.

Quão comuns são os sintomas de abstinência?

Para descobrir como os sintomas de abstinência são comuns, ao longo de dois anos foram pesquisados repetidamente 527 pessoas que estavam usando maconha medicinal para dor crônica. Verificou-se que 59% das pessoas que usam cannabis medicinal para dor crônica apresentaram sintomas de abstinência moderada a grave. Os sintomas mais comuns foram dificuldades de sono, irritabilidade e ansiedade.

Foi descoberto que os sintomas de abstinência da cannabis eram mais graves em pessoas mais jovens, pessoas com problemas de saúde mental, pessoas que tinham um histórico mais longo de uso de cannabis e pessoas que usavam com mais frequência ou em maiores quantidades. Além disso, percebemos que fumar maconha em vez de comer ou aplicá-la topicamente estava correlacionado com piores sintomas de abstinência.

Nossa equipe também analisou como os sintomas de abstinência das pessoas mudaram com o tempo. A maioria continuou a experimentar a mesma gravidade dos sintomas de abstinência a qualquer momento em que parou de ingerir cannabis ao longo dos dois anos do estudo, mas cerca de 10% particularmente os mais jovens  pioraram com o tempo. Como acontece com a maioria das substâncias que formam dependência, reduzir a frequência ou a quantidade de uso de cannabis pode ajudar a aliviar esses sintomas.

Nosso estudo analisou pessoas que usam cannabis medicinal apenas para dor. Mas em outra metanálise recente que incluiu uso recreativo e médico, pesquisadores descobriram que 47% dos usuários frequentes de cannabis experimentam pausas no uso.

Science Tech News

A cannabis não deve ser a droga demoníaca do filme “Reefer Madness”, (O filme conta a história de vários jovens que acabam ficando meio loucos como resultado do vício em cannabis, e que realizam uma série de atos criminosos que vão desde o crime de fuga até assassinato, suicídio, tentativa de estupro e agressões mútuas. ).

Mas não é uma planta maravilhosa com vantagens ilimitadas e sem prejuízos. À medida que o uso de cannabis aumenta em todo os EUA e em outros países com liberações de seu uso, é importante que as pessoas entendam que o uso regular pode levar à abstinência e outros sintomas.

Esta publicação destina-se exclusivamente para informação do uso medicinal, referenciados nos links do conteúdo e da fonte desta Matéria: The Conversation

Compartilhe


Inscreva-se a nossa newsletter e fique atualizado sobre noticias e novidades!


Publicado por:
Leia fatos científicos, não ficção... Nunca houve um momento mais importante para valorizar o conhecimento baseado em evidências e apresentar os avanços científicos e tecnológicos.

Pesquisadores identificam genes responsáveis pelo processo de envelhecimento saudável

O que é o Movimento Global ‘Projeto Comprar Nada’?

Como o que você come afeta seu sono

Deixe uma resposta


Nome de usuário ou senha incorretos. Perdeu a senha?

Você precisa fazer o login para publicar um comentário. Não tem conta?