Skip to content

Humanos nunca tinham visto uma nave espacial pousar em outro planeta

Humanos nunca tinham visto uma nave espacial pousar em outro planeta
Nesta segunda feira a NASA divulgou um vídeo da descida da Perseverance em Marte, algo singular que marca um fato histórico para a humanidade,

Nesta segunda feira a NASA divulgou um vídeo da descida da Perseverance em Marte, algo singular que marca um fato histórico para a humanidade, dando a todos a primeira oportunidade, já que em todos os nossos milhões de anos os humanos nunca observaram diretamente uma nave espacial pousando em outro planeta.

“Então, esta é a primeira vez que temos a chance como engenheiros de realmente ver o que projetamos”, disse vice-gerente de projeto Matt Wallace a repórteres.

Na segunda-feira, a NASA divulgou um vídeo (abaixo) que incluía vários pontos de vista desde a descida da Perseverance de Marte até a superfície do planeta vermelho na semana passada. Uma câmera na concha traseira capturou uma visão do paraquedas, e câmeras no estágio de descida e o próprio rover capturaram os segundos finais do pouso.

“Estes são dias pelos que esperei anos – quase não parece real”, disse Adam Nelessen, membro da equipe de imagens de descida, à National Geographic. “Parece que é direto de um filme de ficção científica.”

A primeira parte do vídeo mostra os paraquedas densamente compactados, liberado por um tiro de morteiro, disparado a uma velocidade de 160 km/h. Ele atinge a extensão total, a 150 pés acima da espaçonave, dentro de um único segundo. Em seguida, infla em 0,7 segundos. Não há evidência de emaranhamento nas linhas, um pequeno milagre com 3 km de linhas no sistema de paraquedas. É a primeira vez que cientistas observam de perto um paraquedas se lançando na fina atmosfera marciana. “Vamos estudar este vídeo por muitos, muitos anos”, disse Chen da NASA durante uma coletiva de imprensa.

Capturar esta filmagem visceral não foi uma missão crítica, mas foi um bônus. A agência espacial usou hardware robusto para capturar essas imagens. Ao todo, cerca de 30GB de dados foram capturados durante a descida, totalizando 23.000 imagens. Agora que a NASA tem essa informação, ela será usada para aguçar o conhecimento sobre a tecnologia futura de entrada, descida e pouso em Marte e outros mundos do Sistema Solar.

Os dados visuais ajudarão cientistas e engenheiros a calibrar seus modelos para poeira, pois eles têm informações precisas sobre o impulso dos motores e como eles estavam apontando quando se aproximaram da superfície de Marte.

Compartilhe


Inscreva-se a nossa newsletter e fique atualizado sobre noticias e novidades!


Publicado por:
Apaixonado por ciência e tecnologia além de programação é claro! Fundador do site Science Tech News.

O que são experiências de quase-morte e como podem acontecer?

Oceano ‘Zonas Mortas’ estão liberando um dos piores gases de efeito estufa

A criosfera da Terra está encolhendo em 87.000 quilômetros quadrados por ano

Deixe uma resposta


Nome de usuário ou senha incorretos. Perdeu a senha?

Você precisa fazer o login para publicar um comentário. Não tem conta?