Skip to content

Fertilidade masculina pode ser afetada após a infecção por COVID-19

Fertilidade masculina pode ser afetada após a infecção por COVID-19
Infecção por COVID-19 pode reduzir fertilidade em homens.O Covid-19 pode danificar a qualidade do esperma e reduzir a fertilidade em homens, de acordo

Infecção por COVID-19 pode reduzir fertilidade em homens.

O Covid-19 pode danificar a qualidade do esperma e reduzir a fertilidade em homens, de acordo com um novo estudo baseado em evidências experimentais.

A pandemia que quase matou 2,2 milhões de vidas, pode causar outros problemas para a população mundial, um deles é o aumento da morte celular, inflamação e o chamado estresse oxidativo, informaram pesquisadores na sexta-feira na revista Reproduction.

Especialistas que comentam a pesquisa, no entanto, disseram que a capacidade do vírus de comprometer a fertilidade em homens ainda não foi comprovada.

  • Participaram do estudo 105 homens férteis sem Covid-19 a 84 homens férteis diagnosticados com coronavírus e foi analisado seus sêmen em intervalos de 10 e 60 dias.
  • Em comparação com homens saudáveis sem Covid-19, o estudo encontrou um aumento significativo na inflamação e estresse oxidativo nas células espermatozoides pertencentes a homens com Covid-19.
  • Sua concentração, mobilidade e forma dos espermatozoides também foram impactados negativamente pelo vírus.

O novo coronavírus pode infectar órgãos reprodutivos masculinos, prejudicando o desenvolvimento de células espermatozoides e interrompendo hormônios reprodutivos. Os mesmos receptores que o vírus usa para acessar tecido pulmonar também são encontrados nos testículos.

“Essa pesquisa fornece a primeira evidência experimental direta de que o sistema reprodutor masculino poderia ser alvo e comprometido pelo Covid-19”, concluíram os autores.

No entanto, os especialistas não envolvidos no estudo foram imediatamente céticos sobre a conclusão do relatório e pediram cautela na generalização dos achados da pesquisa. Assim, estudos de longo prazo são necessários antes que os testículos sejam considerados um órgão de alto risco específico do Covid-19.

Porque os pesquisadores acreditam que COVID-19 pode afetar a fertilidade masculina?

Os pesquisadores analisaram o tecido de autópsias de seis homens que morreram da infecção pelo COVID-19 e descobriram que o vírus ainda estava em seus testículos. Eles também encontraram COVID-19 nos testículos de um paciente do sexo masculino de 28 anos que tinha o coronavírus e se recuperou sem apresentar sintomas. Assim, o paciente deu negativo e ficou assintomático depois de ter COVID-19, mas ainda mostrou a presença do vírus dentro dos testículos. A descoberta é nova, notável e certamente digna de uma exploração adicional”, disse o Dr. Ranjith Ramasamy, professor associado e diretor de urologia reprodutiva da Escola Miller.

Mais pesquisas devem ser realizadas para entender completamente como o tecido testíase responde ao COVID-19, mas este estudo atual é um avanço na melhor compreensão do vírus.

“A dor testicular junto com outros sintomas pode ser um sinal de que o COVID-19 entrou no orgão, e se os homens estão pensando em fertilidade e/ou baixa testosterona no momento ou no futuro, devem ter seus níveis de testosterona avaliados com um exame de sangue e parâmetros de esperma avaliados com uma análise de sêmen”, segundo o Dr. Ramasamy.

Inscreva-se a nossa newsletter e fique atualizado sobre noticias e novidades!


Publicado por:

Coreia do Norte diz que não vai para os Jogos Olímpicos de Tóquio em 2021

Os relâmpagos desempenharam um papel vital nas origens da vida na Terra

Poder cerebral coletivo: Formigas usam sua sociedade para superar obstáculos

Deixe uma resposta


Nome de usuário ou senha incorretos. Perdeu a senha?

Você precisa fazer o login para publicar um comentário. Não tem conta?