Skip to content

China quer erradicar o Bitcoin e outras moedas digitais

China quer erradicar o Bitcoin e outras moedas digitais
A China quer eliminar a mineração de bitcoin no país, vice-premier chinês Liu He enfatizou a o país fara repressão à mineração e negociação

A China quer eliminar a mineração de bitcoin no país, vice-premier chinês Liu He enfatizou a o país fara repressão à mineração e negociação de Bitcoin, de acordo com uma lista de atividades industriais que a agência está buscando parar o setor de criptomoedas.

A China é o maior mercado mundial de hardware de computador projetado para minerar bitcoin e outras criptomoedas, mas tais atividades estão caindo sob uma área cinzenta regulatória.

As províncias da Mongólia Interior, Qinghai, Sichuan, e outras começaram a fechar os mercados de criptomoedas um a um. As autoridades também convocaram executivos de instituições financeiras chinesas, incluindo muitos bancos e Alipay, instruindo-os a implementar regulamentações duras. Os mineradores de criptomoedas na China tiveram que se despedir de uma era que está oficialmente chegando ao fim.

Desde meados de maio, a taxa do bitcoin caiu 48%, para US$ 34 mil. As cotações das criptomoedas começaram a cair acentuadamente após o aperto da regulação do mercado de criptomoedas na China. Até recentemente, o país era um dos líderes do setor, inclusive em termos de número de mineradores de bitcoin.

No entanto, tudo mudou, nos últimos dois meses, não só os mineradores, mas também empresas da criptoesfera começaram a deixar o país.

Em 21 de junho, o Banco Central da China emitiu um comunicado dizendo que, a fim de implementar o espírito da 51ª Reunião do Comitê Financeiro do Conselho de Estado e combater a especulação em Bitcoin e outras moedas virtuais, fara um implementação rigorosa de requisitos regulatórios e agora determina que as instituições financeiras não devem fornecer produtos ou serviços para atividades relacionadas.

A China alega que as moedas virtuais não são suportadas pelo valor real, seus preços são fáceis de manipular e os contratos de negociação não são protegidos pela lei chinesa. Depois disso, a taxa de bitcoin caiu diariamente.

Qual é a razão?

De acordo com Vitaly Mankevich, presidente da União Russo-Asiática de Industriais e Empreendedores, as autoridades chinesas estabeleceram um objetivo para promover seu próprio yuan digital, assim eles estão lutando e combaterão as criptomoedas. Os chineses, segundo ele, estão “limpando” o espaço e proibindo a mineração para abrir caminho ao seu próprio produto.

“A China quer fazer do yuan a principal moeda de reserva do mundo, e isso só pode ser feito através de uma nova tecnologia, que é o yuan digital. Portanto, a China lutará contra qualquer moeda não oficial que afastem o país da liderança mundial em uma nova área, “Mankevich”.

Yuan digital
No final de junho, os passageiros do metrô de Pequim puderam comprar passagens usando o yuan digital. E duas semanas antes, o Banco Industrial e Comercial da China (ICBC) foi o primeiro do país a permitir que seus clientes convertessem yuan digital em dinheiro e vice-versa.

Segundo o especialista, as autoridades chinesas não estão revisando sua política em relação aos ativos digitais, mas estão implementando as práticas e leis compostas a muito tempo para parar o mercado de criptomoedas e assim permitir sua própria moeda o yuan digital.

Compartilhe


Inscreva-se a nossa newsletter e fique atualizado sobre noticias e novidades!


Publicado por:
Apaixonado por ciência e tecnologia além de programação é claro! Fundador do site Science Tech News.

Tiktok diz que seus usuários são mais engajados que do Youtube

Robô do tamanho de insetos navega em labirintos com a agilidade de um guepardo

Usuários do LinkedIn são alvo de campanha projetada para instalar Malware em seus dispositivos

Deixe uma resposta


Nome de usuário ou senha incorretos. Perdeu a senha?

Você precisa fazer o login para publicar um comentário. Não tem conta?