Skip to content

O que são os círculos de fadas no deserto da Namíbia

O que são os círculos de fadas no deserto da Namíbia
Os círculos de fadas são círculos impressionantes de tamanho e espaçamento regulares cercados por gramíneas Stipagrostis que ocorrem em milhares de quilômetros quadrados na

Os círculos de fadas são círculos impressionantes de tamanho e espaçamento regulares cercados por gramíneas Stipagrostis que ocorrem em milhares de quilômetros quadrados na Namíbia.

Os mecanismos que explicam sua origem, forma, persistência e regularidade permanecem controversos. Uma hipótese para a formação de anéis de vegetação é baseada na expansão centrífuga de uma única planta de grama individual, via crescimento clonal e morte no centro. A clonalidade poderia explicar a origem, a formação de anéis de vegetação baseia-se na expansão centrífuga de uma única planta de grama individual, através do crescimento clonal e die-back no centro. Mas em testes virtuais percebeu-se que praticamente em todos os círculos de fadas a periferia não é exclusivamente composta de gramíneas geneticamente idênticas. O que coloca em cheque a hipótese de clonalidade.

Science Tech News
Círculos de fadas no deserto da Namíbia

Alguns acreditam que são pegadas dos deuses, outros pensam que são formados por fadas dançantes ou OVNIs, mas ninguém pode explicar esses milhões de círculos misteriosos no deserto.

Outra hipótese seria que os fragmentos vazios, conhecidos como círculos de fadas, são criados por cupins sob o solo que limpam a vegetação na área ao redor de seus ninhos. Ao tornar o solo poroso, eles estabelecem reservatórios permanentes de água da chuva 50 centímetros abaixo da superfície, que os sustentam e ao ecossistema circundante.

Uma ideia alternativa é que os círculos são explicados por plantas competindo por água. As plantas ajudam seus vizinhos mais próximos criando sombra e mantendo a água na superfície do solo, mas impedem as que estão mais distantes criando raízes longas que extraem água do solo. A teoria da competição da água pode explicar os padrões regulares perfeitamente, mas não foi comprovada em nenhum teste, diz Corina Tarnita, da Universidade de Princeton. Enquanto isso, a teoria dos cupins é apoiada por observações de ninhos de cupins nos círculos, mas não conseguiu explicar por que os padrões são tão regulares.

Compartilhe


Inscreva-se a nossa newsletter e fique atualizado sobre noticias e novidades!


Publicado por:
Apaixonado por ciência e tecnologia além de programação é claro! Fundador do site Science Tech News.

O que são experiências de quase-morte e como podem acontecer?

Oceano ‘Zonas Mortas’ estão liberando um dos piores gases de efeito estufa

Aumento do CO2 na Amazônia pode afetar mais as chuvas do que o desmatamento

Deixe uma resposta


Nome de usuário ou senha incorretos. Perdeu a senha?

Você precisa fazer o login para publicar um comentário. Não tem conta?