Skip to content

Nova forma da carne ser cultivada é criada por cientistas canadenses

Nova forma da carne ser cultivada é criada por cientistas canadenses
Pesquisadores criam novo método para carne ser cultivada. Os cientistas canadenses criaram uma maneira de fazer carne empilhando folhas finas de células musculares cultivadas

Pesquisadores criam novo método para carne ser cultivada.

Os cientistas canadenses criaram uma maneira de fazer carne empilhando folhas finas de células musculares cultivadas e gordura cultivadas juntas em um ambiente de laboratório.

Pesquisadores da Universidade McMaster desenvolveram uma nova forma da carne ser cultivada usando um método que promete sabor e textura mais naturais do que outras alternativas à carne tradicional dos animais.

Science Tech News
Cientistas canadenses criaram uma maneira de fazer carne empilhando folhas finas de células musculares cultivadas

Os pesquisadores Ravi Selvaganapathy e Alireza Shahin-Shamsabadi, ambos pesquisadores da Escola de Engenharia Biomédica foram inspirados pela crise de fornecimento de carne em que a demanda mundial está crescendo enquanto o consumo atual de carne está consumindo os recursos terrestres e hídricos e gerando níveis preocupantes de gases de efeito estufa. Por isso estudam forma de cultivar carne, o método deles é baseado no empilhamento de folhas finas de células de músculos e gordura cultivadas juntas em um ambiente de laboratório. A técnica é adaptada a partir de um método usado para cultivar tecidos para transplantes humanos.

As folhas de células vivas, cada uma sobre a espessura de uma folha de papel de impressora, são primeiro cultivadas em cultura e depois concentradas em placas de crescimento antes de serem descascadas e empilhadas ou dobradas juntas. As folhas naturalmente se ligam umas às outras antes que as células morram.

Science Tech News
Pesquisadores da Universidade McMaster criam novo método para carne ser cultivada

As camadas podem ser empilhadas em um pedaço sólido de qualquer espessura, diz Selvaganapathy, e “sintonizadas” para replicar o teor de gordura e marmoreio de qualquer corte de carne, que é uma vantagem sobre outras alternativas.

“Estamos criando lajes de carne”, diz ele. “Os consumidores poderão comprar carne com qualquer porcentagem de gordura que quiserem — assim como fazem com o leite.”

Os pesquisadores provaram o conceito ao fazer carne a partir de linhas disponíveis de células de camundongos. Embora não tenham comido a carne de rato descrita no artigo de pesquisa, mais tarde eles fizeram e cozinharam uma amostra de carne que criaram a partir de células de coelho. Estudo publicado na revista Cells Tissues Organs,

“Sentia e tinha gosto de carne”, diz Selvaganapathy.

Não há razão para pensar que a mesma tecnologia não funcionaria para o cultivo de carne bovina, suína ou de frango, e o modelo se daria bem à produção em larga escala, diz Selvaganapathy.

“A produção mundial de carne no momento não é sustentável”, diz Selvaganapathy.
“Tem que haver uma maneira alternativa de criar carne.”

Produzir carne viável sem criar e colher animais seria muito mais sustentável, mais higiênico e terá menos desperdício, apontam os pesquisadores. Embora outras formas de carne cultivada tenham sido desenvolvidas anteriormente, os pesquisadores do McMaster acreditam que a deles tem o melhor potencial para criar produtos que os consumidores aceitarão, desfrutarão e pagarão.

Os pesquisadores que criaram a nova técnica de cultivar carne formaram uma start-up para começar a comercializar a tecnologia, da carne ser cultivada.

– Este comunicado de imprensa foi originalmente publicado no site brighter world de McMaster. Foi editado para o estilo

Compartilhe


Inscreva-se a nossa newsletter e fique atualizado sobre noticias e novidades!


O que são experiências de quase-morte e como podem acontecer?

Regdanvimab promissora terapia de anticorpos para tratamento de pacientes com coronavírus

Oceano ‘Zonas Mortas’ estão liberando um dos piores gases de efeito estufa

Deixe uma resposta


Nome de usuário ou senha incorretos. Perdeu a senha?

Você precisa fazer o login para publicar um comentário. Não tem conta?