Skip to content

A sonda Tianwen-1 da China entrou na órbita do planeta Marte nesta quarta-feira

A sonda Tianwen-1 da China entrou na órbita do planeta Marte nesta quarta-feira
Pela primeira vez a China colocou uma nave espacial em órbita ao redor de Marte, a sonda Tianwen-1 da China entrou na órbita do

Pela primeira vez a China colocou uma nave espacial em órbita ao redor de Marte, a sonda Tianwen-1 da China entrou na órbita do planeta, informou a mídia estatal, depois de ter sido lançada do sul da China em julho passado.

Se o pouso final for bem sucedido, tianwen-1 fará da China o primeiro país a orbitar, pousar e implantar um rover em sua missão inaugural a Marte, disse Chi Wang, chefe do Centro Nacional de Ciência espacial da Academia Chinesa de Ciências, em nota de pesquisa.

“Cientificamente, o Tianwen-1 é a missão mais abrangente para investigar a morfologia marciana, geologia, mineração, ambiente espacial e distribuição de solo e gelo”, escreveu Chi.

Após sete meses de voo, a espaçonave entrou na órbita de Marte, e deve colocar o rover pesando 240 kg na superfície no hemisfério norte em maio deste ano. Então, por pelo menos 90 dias marcianos a nave ficará orbitando o planeta, os resultados do estudo do planeta serão transmitidos à Terra com a ajuda de uma sonda de cinco toneladas colocada em órbita. Estes incluem mapear Marte, estudar seu clima, e medir campos eletromagnéticos e gravitacionais.

Inscreva-se a nossa newsletter e fique atualizado sobre noticias e novidades!


Publicado por:
Apaixonado por ciência e tecnologia além de programação é claro! Fundador do site Science Tech News.

Coreia do Norte diz que não vai para os Jogos Olímpicos de Tóquio em 2021

Os relâmpagos desempenharam um papel vital nas origens da vida na Terra

Poder cerebral coletivo: Formigas usam sua sociedade para superar obstáculos

Deixe uma resposta


Nome de usuário ou senha incorretos. Perdeu a senha?

Você precisa fazer o login para publicar um comentário. Não tem conta?