Skip to content

A sonda Tianwen-1 da China entrou na órbita do planeta Marte nesta quarta-feira

A sonda Tianwen-1 da China entrou na órbita do planeta Marte nesta quarta-feira
Pela primeira vez a China colocou uma nave espacial em órbita ao redor de Marte, a sonda Tianwen-1 da China entrou na órbita do

Pela primeira vez a China colocou uma nave espacial em órbita ao redor de Marte, a sonda Tianwen-1 da China entrou na órbita do planeta, informou a mídia estatal, depois de ter sido lançada do sul da China em julho passado.

Se o pouso final for bem sucedido, tianwen-1 fará da China o primeiro país a orbitar, pousar e implantar um rover em sua missão inaugural a Marte, disse Chi Wang, chefe do Centro Nacional de Ciência espacial da Academia Chinesa de Ciências, em nota de pesquisa.

“Cientificamente, o Tianwen-1 é a missão mais abrangente para investigar a morfologia marciana, geologia, mineração, ambiente espacial e distribuição de solo e gelo”, escreveu Chi.

Após sete meses de voo, a espaçonave entrou na órbita de Marte, e deve colocar o rover pesando 240 kg na superfície no hemisfério norte em maio deste ano. Então, por pelo menos 90 dias marcianos a nave ficará orbitando o planeta, os resultados do estudo do planeta serão transmitidos à Terra com a ajuda de uma sonda de cinco toneladas colocada em órbita. Estes incluem mapear Marte, estudar seu clima, e medir campos eletromagnéticos e gravitacionais.

Inscreva-se a nossa newsletter e fique atualizado sobre noticias e novidades!


Publicado por:
Apaixonado por ciência e tecnologia além de programação é claro! Fundador do site Science Tech News.

O que são experiências de quase-morte e como podem acontecer?

Oceano ‘Zonas Mortas’ estão liberando um dos piores gases de efeito estufa

A criosfera da Terra está encolhendo em 87.000 quilômetros quadrados por ano

Deixe uma resposta


Nome de usuário ou senha incorretos. Perdeu a senha?

Você precisa fazer o login para publicar um comentário. Não tem conta?