Skip to content

A velocidade de rotação da Terra está diminuindo e a lua se afastando de nós

A velocidade de rotação da Terra está diminuindo e a lua se afastando de nós
A rotação da Terra pode variar em escala de milissegundos devido alguns fatores, o principal é a interação com a lua. Segundo a Nasa,

A rotação da Terra pode variar em escala de milissegundos devido alguns fatores, o principal é a interação com a lua.

Segundo a Nasa, o terremoto de 8,9 pontos na escala Richter que assolou o Japão em 2011 foi tão forte que acelerou a rotação da Terra e encurtou os dias em 1,6 microssegundo, por esse e outros fatos sabe-se que a interação com a Lua não é a única responsável por mudanças na duração dos dias. Eventos de grande magnitude como tsunamis também podem tanto acelerar quanto retardar o período de rotação terrestre.

O que é a rotação da Terra?

A rotação da Terra é o movimento giratório que o planeta realiza sobre si mesmo, o tempo necessário para a Terra completar uma volta completa sobre si, 360 graus exatos é de 23 horas, 56 minutos, 4 segundos e 9 centésimos (23h 56min 4,09s).

O planeta tem uma circunferência aproximada de 40.075 km na linha do equador, a sua velocidade de rotação é medida nesta linha, ou seja, em seu diâmetro máximo, sua velocidade de rotação é de aproximadamente 465 metros por segundo (1674 km/h). A rotação do planeta é responsável pelo dia e noite, expondo o planeta a luz solar.

Science Tech News
Rotação da Terra
Science Tech News
Translação da Terra

O que é a translação da Terra?

A translação é o movimento que a Terra realiza em torno do Sol, sendo que ela demora 365 dias, 5 horas e 48 minutos para completá-lo. Esse movimento é o responsável direto pela existência das estações do ano. E também sofre variações, a distância varia porque a órbita da Terra ao redor do Sol não é um círculo perfeito, nosso planeta faz uma trajetória elíptica.

A força de atração gravitacional entre o planeta Terra e nosso sol varia por toda a extensão da órbita e a velocidade orbital da Terra muda conforme sua distância do Sol.

A rotação da Terra é retardada por meio de interações com a lua. O lado da Terra voltado para a lua sofre uma atração mais forte do que o lado voltado para o lado oposto. A atração gravitacional estende a Terra, causando protuberâncias de maré. A lua é puxada para frente e para trás a uma taxa de 4 cm por ano. Em troca, a lua recua na direção da Terra, o que em última instância diminui a rotação da Terra.

A rotação da Terra está diminuindo devido à transferência de energia rotacional para a órbita da lua através das marés. A lua está aumentando muito lentamente seu raio orbital. Por isso a cada 18 meses, em média, um segundo é adicionado ao tempo planetário para manter o dia consistente com relógios atômicos e observações astronômicas.

A análise dos registros astronômicos históricos mostra uma tendência de desaceleração na duração de um dia, aumentou cerca de 2,3 milissegundos por século desde o século VIII aC.

Porem essa interação “na Lua” esta aumento sua velocidade e fazendo com que ela se afaste lentamente da Terra (cerca de 4 cm por ano),aumentando seu período orbital e também a duração de um mês.

Tom Murphy, da Universidade da Califórnia nos Estados Unidos faz “experimentos de medição laser”, em cima de uma montanha no Novo México usando um laser de 1 gigawatt, ele dispara pulsos curtos em direção a espelhos deixados na Lua por astronautas americanos e soviéticos em missões a 50 anos.

Murphy diz que a luz chega na Lua tão fraca que é necessário usar telescópios para vê-la e medir quanto tempo a viagem do pulso levou e assim medir em distância. Desta forma é possível ver que Lua está se afastando da Terra.

O que essa variação de velocidade pode provocar?

Cientistas da Universidade do Colorado e da Universidade de Montana se reuniram para estudar a relação entre a atividade sísmica da Terra e a velocidade de rotação do planeta. Todos os dias, a rotação completa da Terra em seu eixo oscila cerca de um milionésimo de segundo. Nos últimos quatro anos, a rotação diminuiu devido às forças das marés entre a lua e a Terra. Os cientistas examinaram cinco outros períodos no século passado, quando a rotação da Terra diminuiu. Durante esses períodos, os terremotos de magnitude sete aumentaram de 25 a 30%.

A estatística abaixo mostra o número de terremotos em todo o mundo de 2000 a 2019. Em 2019, um total de 1.637 terremotos com magnitude de cinco ou mais registrados. Você pode ver essas estatísticas nesse link Statista.com.

Science Tech News

Compartilhe


Inscreva-se a nossa newsletter e fique atualizado sobre noticias e novidades!


Publicado por:

Novo estudo sugere teoria alternativa sobre a composição do Universo

Mudanças climáticas impactam na produtividade agrícola em 21% desde a década de 1960

Cientistas descobrem evidências do impacto de um asteroide na Antártida há 430.000 anos

Deixe uma resposta


Nome de usuário ou senha incorretos. Perdeu a senha?

Você precisa fazer o login para publicar um comentário. Não tem conta?